Sub-categorias

Notícia

Grupo Marriott acusado de "dividir a China" após lapso em lista de países

Lapso foi prontamente identificado pela imprensa e internautas chineses e suscitou apelos ao boicote aos hotéis geridos pelo grupo.
Por Lusa|12.01.18
  • partilhe
  • 2
  • +
Grupo Marriott acusado de "dividir a China" após lapso em lista de países
Foto Getty Images

O grupo de hotelaria Marriott International foi esta semana acusado de querer "dividir a China" e colocado sob investigação, depois de ter listado Macau, Hong Kong, Taiwan e Tibete como países independentes num inquérito aos clientes.

Aqueles quatro territórios surgiram como opção de resposta no inquérito 'online', em língua chinesa, à questão "em que país reside?".

O lapso foi prontamente identificado pela imprensa e internautas chineses, como uma tentativa de "dividir a China" e suscitou apelos ao boicote aos hotéis geridos pelo grupo.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub