Sub-categorias

Notícia

Guarda trocou mais de 900 mensagens de amor com prisioneiro

Jovem foi condenada a oito meses de prisão.

Chelsea Blackwell, de 27 anos, era guarda prisional em Aylesbury, em Inglaterra, e mantinha uma relação amorosa com um violento criminoso, de 21 anos, que supostamente vigiava.

O tribunal registou várias chamadas telefónicas entre os dois, e mais de 900 mensagens trocadas.

A guarda prisional tinha dois telefones – um que só usava para falar com o amante – apesar das explicitas regras que proíbem um prisioneiro de ter aparelhos tecnológicos.

Para além disso, foram encontradas quatro cartas na cela do jovem, duas delas com o endereço de casa de Blackwell.

Mesmo depois de verificarem a cela do prisioneiro e de lhe retirarem o telemóvel, a mulher continuava a ligar e a enviar mensagens, desesperada. 

A mulher negou, a princípio, mas acabou por confessar, depois das provas evidentes contra ela. Foi condenada a oito meses de prisão. 

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De xubarze11.08.17
    Já repararam que há já bastante tempo a esmagadora maioria destes casos com mulheres que trabalham para o Estado acabam sempre por terem relações impróprias com homens e adolescentes (às vezes crianças), e ainda têm a lata de falar dos homens, quando elas são tão más ou piores do que eles.
1 Comentário
  • De xubarze11.08.17
    Já repararam que há já bastante tempo a esmagadora maioria destes casos com mulheres que trabalham para o Estado acabam sempre por terem relações impróprias com homens e adolescentes (às vezes crianças), e ainda têm a lata de falar dos homens, quando elas são tão más ou piores do que eles.
    Responder
     
     0
    !

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub