Sub-categorias

Notícia

Jogador dado como morto é encontrado vivo nos escombros de avião

Neto já constava na lista de vítimas fatais quando foi localizado com vida. Veja o momento do resgate.
Por Domingos Grilo Serrinha, correspondente no Brasil|29.11.16

Equipas de resgate encontraram vivo o futebolista Neto, da equipa brasileira da Chapecoense, no meio dos escombros do avião que levava a equipa do Brasil para a Colômbia e caiu durante a madrugada desta terça-feira a 30 km de Medellin, matando ao menos 75 pessoas. Neto já constava na lista de vítimas fatais quando foi localizado com vida.

De acordo com os médicos do Hospital San Juan de Dios, perto de Medellin, para onde o avião se dirigia, Neto teve trauma craneo-encefálico e várias fraturas. Às 10 horas da manhã, hora de Brasília, 7 horas em Medellin e 12 horas em Lisboa, Neto ia ser operado, mas os médicos classificavam o seu estado como "muito crítico."

O facto de o futebolista ter sido encontrado vivo já depois de as buscas terem sido oficialmente encerradas, reacendeu a esperança de encontrar outros sobreviventes. Mas as autoridades colombianas consideravam bastante remota a possibilidade de encontrar mais alguém com vida em meio aos destroços da aeronave, que se espalharam por uma vasta área.

O avião boliviano com 81 pessoas a bordo, entre elas a equipa da Chapecoense, dirigentes do clube e jornalistas caiu cerca das 22 e 15 horas da Colômbia, 03 e 15 em Lisboa, a 30 km da cabeceira da pista do aeroporto de Medellin, no momento em que sobrevoava uma área de montanha e selva no meio de uma violenta tempestade. Uma avaria eléctrica, relatada pelo piloto no último contacto com a torre de controle, ou falta de combustível são as causas mais prováveis para a tragédia.

A Chapecoense ia disputar na noite desta quarta-feira a final da Taça Mercosul, uma enorme proeza para uma equipa pequena, de uma cidade também pequena, Chapecó, no interior do estado de Santa Catarina, que há seis anos ainda disputava a quarta divisão. O adversário da Chapecoense na final, o Atlético Nacional de Medellin, solidarizou-se com as famílias das vítimas e renunciou ao título, reconhecendo a Chapecoense como campeã da Mercosul.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub