John McCain decide parar tratamento contra o cancro

Família anunciou a decisão tomada pelo senador do Arizona, de 81 anos.
24.08.18

O senador norte-americano John McCain decidiu parar os tratamentos contra o glioblastoma, forma de tumor maligno no cérebro, detectado em Julho de 2017 e que o levou a ser operado em Abril deste ano. 

A notícia foi comunicada esta sexta-feira pela família do senador do Arizona, de 81 anos, que explicou que "com a sua habitual força de vontade, McCain decidiu descontinuar os tratamentos médicos".

"John superou as expectativas de sobrevivência. Mas a progressão da doença e a o avançar da idade ditaram a sua sentença", lê-se no comunicado citado pela imprensa norte-americana. 

Poucos dias depois de conhecer o diagnóstico, em Julho do ano passado, McCain atrasou o início do tratamento para votar, juntamente com outros dois republicanos, contra a derrogação do Obamacare, do ex-presidente norte-americano Barack Obama, contrariando os planos de Donald Trump, que queria pôr fim à reforma na saúde implementada pelo antecessor.

Candidato à presidência dos EUA em 2008, venceu a disputa pela vaga republicana com Mike Huckabee, Rudolph Giuliani e Mitt Romney. Mais tarde, perdeu a corrida à Casa Branca para o vencedor das primárias do Partido Democrata, Barack Obama.

Prisioneiro de guerra no Vietname, John McCain foi eleito pela primeira vez para a Câmara dos Representantes em 1982. É senador desde 1987 e, atualmente, um dos mais fortes opositores do actual presidente dos EUA. 

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!