Jovem chilena quer morrer e pede legalização da eutanásia

Paula sofre de uma doença rara há cinco anos que os médicos não conseguem diagnosticar.
14.02.18
Paula Díaz tem uma doença rara que lhe foi diagnosticada há cinco anos. A jovem chilena pede agora ao governo do seu país que legalize a eutanásia porque não aguenta mais: quer morrer.

Os médicos não conseguem perceber a causa dos sintomas de Paula, agora com 19 anos. Sofre de movimentos involuntários e perda de consciência sem que os clínicos consigam entender o que realmente faz com que esteja em constante sofrimento.

No Twitter foi criada a hashtag e a página #JusticiaParaPaula - "Justiça Para Paula", em Português - onde é mostrada a luta da jovem.

"É algo tão terrível que não consigo descansar. Nem de dia, nem de noite. Já não suporto o meu corpo. Não consigo apoiar qualquer parte dele sem sentir dor. Como não conseguem entender que já não aguento mais?", desabafa Díaz numa mensagem à presidente Michelle Bachelet, a quem deixa o apelo para que a deixe morrer.

A luta de Paula foi já partilhada e publicada em meios de comunicação social, o que tem trazido a público novamente a questão da legalização da eutanásia.


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!