Sub-categorias

Notícia

Maestro honorário da orquestra de Nova Iorque acusado de agressão sexual

James Levine, de 74 anos, é acusado de molestar repetidamente um jovem nos anos 80 e 90.
03.12.17
O lendário maestro e diretor de música honorário da Metropolitan Opera em Nova Iorque, James Levine, acusado de abuso de um adolescente na década de 80, tornando-se a mais recente figura pública implicada num escândalo de assédio sexual.

A alegada vítima, que mantém o anonimato, revelou à polícia de Illinois que os factos teriam começado em 1985, quando tinha 15 anos e o maestro 41, e continuado até 1993, segundo noticiam os jornais "New York Post" e "The New York Times".

"Estamos profundamente abalados pelas notícias na imprensa (...) sobre James Levine", reagiu a Metropolitan Opera, adiantando estar a conduzir "uma investigação para determinar se as acusações de agressão sexual são verdadeiras" e tomar as "medidas adequadas".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub