Sub-categorias

Notícia

Mata padrasto à facada e tira ‘selfie’ com cadáver

Enteada de 26 anos foi sentenciada a prisão perpétua.
Por Marina Pinto e Daniela Vilar Santos|18.05.17

Foi algo que me deixou realmente feliz". É desta forma qua uma homicida de 26 anos explica o que a levou a esfaquear o padrasto até à morte e, em seguida, tirar uma ‘selfie’ com o cadáver.

Amanda Taylor matou Charles Taylor em abril de 2015 com múltiplas facadas. O crime decorreu na casa do homem em Ellett, no estado norte-americano da Virgínia. Amanda foi sentenciada a prisão perpétua pelo homicídio, que cometeu após o marido se suicidar, em agosto de 2014.

 A jovem de 26 anos é mãe de duas crianças, e não mostrou arrependimento depois de ser presa. A cumprir pena há dois anos, declarou ao Crime Watch Daily que fez precisamente o que queria fazer.

"Não tenho remorsos absolutamente nenhuns pelo que fiz ao Charles Taylor. Fiz exatamente o que queria fazer", reitera Amanda, na entrevista dada por telefone. A jovem continua a dizer que considera o padrasto culpado pelo suicídio do marido, já que Charles terá introduzido o jovem às drogas na adolescência. A homicida afirma que matou o padrasto para se vingar.

"Eu só queria que ele sentisse a mesma dor que eu. Desde que o meu marido morreu, aquele foi o momento em que mais me senti viva", revela Amanda.

No vídeo do interrogatório da polícia, a jovem surge descontraída a descrever o crime. Explica como matou o padrasto com uma faca "grande", acompanhando o relato com gestos que ajudam a perceber como tudo se passou.



Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub