Membros das Pussy Riots detidas em Sochi

Maria Alyokhina e Nadezhda Tolokonnikova foram detidos na cidade onde decorrem os Jogos Olímpicos de Inverno.
18.02.14
  • partilhe
  • 0
  • +
Membros das Pussy Riots detidas em Sochi
Maria Alyokhina e Nadezhda Tolokonnikova Foto EPA

Dois membros do grupo de punk rock feminista russo Pussy Riots, que têm protagonizado várias extravagantes acuações de protesto e que inclusive foram detidas em 2012, durante um concerto improvisado e não autorizado na Catedral de Cristo Salvador de Moscovo, voltaram a ser detidas pelas autoridades russas por novo protesto.

Maria Alyokhina e Nadezhda Tolokonnikova foram detidos pelas autoridades esta terça-feira em Sochi, Rússia, onde estão a decorrer os Jogos Olímpicos de Inverno, revelaram as ativistas no Twitter.

Alyokhina disse que tinham sido detidas por suspeita de cometer um crime, mas não deu mais detalhes.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
4 Comentários
  • De LJA19.02.14
    Está provado!... Passaram uns tempos na cadeia e deixaram lá as namoradas, agora querem voltar para os bracos delas o mais depressa possivel... ou nao se chamassem elas PUSSY Riots... Miudas de Leste, muito à frente!!
    Responder
     
     0
    !
  • De Jose Manuel19.02.14
    Tiro o meu chapeu a estes Herois,!!grande povo ! ao contrario deste bananal que mais nao e do que um lamaçal que ate cheira mal ! ponham os olhos neste nobre POVO. !
    Responder
     
     0
    !
  • De Mário Silva19.02.14
    Estas senhoras só merecerão o meu respeito no dia em que dançarem e cantarem numa mesquita e numa sinagoga.Fazer isso numa Igreja cristã ke é atacada à esquerda e à direita não me merece respeito algum mas total desprezo
    Responder
     
     3
    !
  • De lukas18.02.14
    Essas mulheres mereciam um tratamento mais justo e inteligente da parte da imprensa porque elas são duas heroínas a lutar contra o sistema opressivo e antidemocrático da Rússia...
    Responder
     
     7
    !