Menino de nove anos suicida-se depois de se assumir gay

Jamel Myles sofreu de bullying na escola depois de contar que tinha “orgulho em si próprio”, em Denver, Estados Unidos.
29.08.18
  • partilhe
  • 5
  • +

Jamel Myles, o menino norte-americano de 9 anos, dizia ter "orgulho de si próprio" e decidiu contar à mãe e aos amigos que era homossexual. Quatro dias depois de fazer a revelação aos colegas da escola, o menino foi encontrado morto em casa, no dia 23 de agosto, em Denver, Estados Unidos.

De acordo com o New York Times, a mãe de Jamel confessou que o filho parecia muito "assustado" no momento da revelação apesar de Leia ter dito que o amava independentemente da orientação sexual. O menino ainda revelou à mãe que estava ansioso por voltar à escola primária e contar aos amigos que tinha "orgulho em ser gay".

A reação dos colegas foi muito diferente e o menino acabou por ser vítima de bullying depois de se revelar homossexual. Jamel, de apenas 9 anos, acabou por confessar à irmã mais velha que os colegas lhe disseram para que se matasse.

Na passada quinta-feira, a mãe encontrou o filho morto em casa. As causas da morte ainda não foram reveladas, no entanto as autoridades já confirmaram que a tragédia foi suicídio.

De acordo com o mesmo jornal, a escola tomou medidas para ajudar os colegas a lidar com a morte de Jamel.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!