Mulher mata-se porque o marido não quis ir às compras

Jovem de 23 anos ficou destroçada depois do companheiro cancelar planos.
18.01.18

Uma mulher indiana cometeu suicídio depois do marido ter cancelado os planos que o casal tinha para ir às compras. Deepika, de 23 anos, terá ficado destroçada depois do marido lhe ter dito que não podiam ir ao shopping naquele dia, apenas no dia seguinte, pelo que a jovem acabou por se enforcar em casa.

Deepak Dwivedi conta aos meios de comunicação locais que a mulher não reagiu bem à mudança de planos, proibindo-o de entrar em casa.

"A prima da Deepika vai casar-se no mês que vem e ela queria ir comprar roupa para o casamento. Tínhamos combinado ir ao shopping no sábado, mas eu tinha muito trabalho e tive que cancelar. Mas disse-lhe que iríamos no domingo. Ela ficou muito irritada", explica o marido.

Quando voltou do trabalho, encontrou a porta de casa fechada à chave e a mulher, do outro lado, a recusar-se a deixá-lo entrar. "Tive que dormir na entrada do prédio. No dia seguinte chamei por ela e ele nunca respondeu. Fiquei preocupado e arrombei a porta. Encontrei-a já morta, pendurada na ventoinha do teto", lamenta Deepak.

Os dois estavam casados há um ano e, segundo a família, não havia discussões ou problemas entre o casal que fizessem prever desfecho tão trágico.

Segundo a polícia local, a família de Deepika não suspeita de qualquer crime, mas concordou que fosse feita uma autópsia ao corpo da jovem, para confirmar a causa da morte desta.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!