Sub-categorias

Notícia

Mulher morta a tiro por ex-marido em frente aos filhos

Homem não aceitava a separação. Rita tinha pedido uma ordem de restrição.
13.11.17
Rita Jorge da Silva, de 34 anos, foi morta a tiro pelo ex-marido no final da tarde do passado domingo. A mulher perdeu a vida em frente à mãe, à irmã e aos dois filhos com quem morava em Araputanga, no Brasil.

A tragédia, noticiada pelo site G1, da Globo, ocorreu uma vez que o ex-companheiro, José António Caetano, não aceitava a separação. Rita tinha inclusivamente pedido uma ordem de restrição contra o homem e já tinha, no passado, feito queixa deste por agressão.

A morte ocorreu quando José pediu que a mulher parasse o divórcio entre os dois: "Ela disse que não iria suspender o processo e então ele sacou um revólver e começou a atirar contra ela. A vítima correu para dentro da casa, mas já tinha sido baleada e caiu na varanda da casa, onde morreu", afirmou à publicação o investigador da Polícia Civil Ivo Ribeiro, encarregue do caso.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub