Novas acusações contra pregador

O pregador evangélico detido há dias no estado brasileiro da Paraíba por ter violado pelo menos 16 crianças e adolescentes terá também abusado de vários menores noutros estados.
03.08.11
  • partilhe
  • 0
  • +
Novas acusações contra pregador
Pedófilo tinha dado um nome falso à polícia Foto direitos reservados

A polícia, a quem o pedófilo dera o nome de Abner Neto, apurou que ele se chama na realidade Fábio Pereira de Souza e que era procurado também por crimes sexuais em Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Bahia e Rio de Janeiro.

Tinha sido inclusivamente condenado por violação em 1995, no Rio Grande do Norte, mas fugiu ao fim de dois anos, quando foi autorizado a ir a um culto evangélico fora da prisão. O caso está a ter grande repercussão no Brasil, o que levou as autoridades a transferirem o pedófilo da prisão de João Pessoa para um local desconhecido devido às ameaças de morte por parte de outros reclusos.

Entretanto soube-se que uma das últimas vítimas, uma menina de 13 anos violada numa praia de João Pessoa, está grávida.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!