Novo envenenamento investigado pela polícia britânica

Casal foi encontrado inconsciente a poucos quilómetros do local onde o ex-espião russo Sergei Skripal e a filha foram envenenados.
Por Ricardo Ramos|05.07.18
A polícia antiterrorista britânica está a investigar um novo caso suspeito de envenenamento com uma substância tóxica na localidade de Amesbury, a apenas 11 quilómetros do local onde o ex-espião russo Sergei Skripal e a filha, Yulia, foram envenenados com o agente de nervos russo 'novichok', em março. Os sintomas apresentados pelas vítimas são semelhantes.

Charlie Rowley, de 45 anos, e a companheira, Dawn Sturgess, de 44, foram encontrados "inconscientes e a espumar da boca" na sua casa de Amesbury no sábado. Inicialmente, a polícia julgou que tinham sido vítimas de uma overdose de heroína ou crack, mas os exames realizados no hospital apontaram para envenenamento com um agente tóxico desconhecido. O casal está internado em estado grave no hospital de Salisbury, o mesmo onde Skripal e a filha lutaram pela vida durante meses.

A polícia declarou um "incidente grave" e isolou várias zonas públicas de Amesbury e Salisbury por onde o casal passou antes de ficar doente, incluindo a casa onde foram encontrados e uma igreja onde estiveram na tarde de sábado. Agentes vestidos com fatos anticontaminação foram ontem vistos nesses locais a recolher amostras de solo e objetos possivelmente contaminados. Uma amostra da substância tóxica já foi enviada para o laboratório militar de Porton Down, o mesmo que identificou o agente 'novichok' usado para envenenar os Skripal.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!