Sub-categorias

Notícia

Coreia do Norte chora Fidel, um "camarada" distante

Recordam Castro como um "amigo próximo" e aliado heróico.
Por Lusa|28.11.16
  • partilhe
  • 1
  • +
Coreia do Norte chora Fidel, um "camarada" distante
Foto Reuters

A Coreia do Norte deu esta segunda-feira início a três dias de luto nacional pela morte do antigo líder cubano Fidel Castro, numa nota em que o recorda como um "amigo próximo" e aliado heroico na luta contra a agressão norte-americana.

Bandeiras a meia-haste nos edifícios oficiais em todo o país marcam o respeito pelo ícone revolucionário, apesar de ser muitas vezes uma relação mais próxima na retórica do que na realidade.

No metro de Pyongyang, passageiros numa estação concentravam-se junto a uma montra que continha o obituário de Castro, publicado pelo jornal do partido no poder, Rodong Sinmun.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub