Sub-categorias

Notícia

Coreia do Norte lamenta morte de "verdadeiro líder do povo"

Kim Jong-un diz que Fidel Castro "honrou a soberania e dignidade" de Cuba.
Por Lusa|27.11.16
  • partilhe
  • 2
  • +
Coreia do Norte lamenta morte de "verdadeiro líder do povo"
Kim Jong-un Foto Reuters

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, lamentou este domingo a morte de Fidel Castro, que implantou o comunismo em Cuba, considerando-o um "verdadeiro líder do povo", numa mensagem de condolências divulgada pela agência estatal KCNA.

Kim Jong-un diz que Fidel Castro, o "líder supremo da Revolução Cubana", "honrou a soberania e dignidade" de Cuba e, "como verdadeiro líder do povo, destacou-se pela sua dedicação ao povo cubano e por conseguir a prosperidade da nação e a felicidade das pessoas".

Na mensagem enviada ao "primeiro secretário do Comité Central do Partido Comunista de Cuba e Presidente da República de Cuba", Raul Castro, o norte-coreano diz sentir-se triste com a notícia da morte de Fidel, que no seu entender deu um "contributo excecional" ao socialismo.

"Apesar de o camarada Castro ter morrido, os seus nobres feitos brilharão nos corações dos nossos dois povos e nos corações de todas as pessoas progressistas", acrescenta o líder do regime norte-coreano, implantado nos anos de 1940 com o apoio da União Soviética.

Kim destaca ainda a dedicação de Fidel Castro, que morreu na sexta-feira, aos 90 anos, no "fortalecimento e desenvolvimento das relações amistosas" entre os dois países "durante mais de meio século".

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub