Sub-categorias

Notícia

Fatos de treino Adidas valeram a Fidel acusações de incoerência

Marca alemã simboliza o capitalismo.
Por Lusa|27.11.16
  • partilhe
  • 0
  • +
Fatos de treino Adidas valeram a Fidel acusações de incoerência
O ex-Presidente cubano, Fidel Castro, com um fato de treino da Adidas Foto EPA

O líder revolucionário cubano Fidel Castro, falecido na sexta-feira aos 90 anos, foi na última década várias vezes acusado de incoerência devido ao uso reiterado de fatos de treino da marca Adidas, símbolo do capitalismo.

O famoso 'look' dos fatos de treino de cores garridas, com riscas laterais e o símbolo da marca desportiva alemã, personalizados com a bandeira de Cuba bordada no peito, era exibido por Fidel em qualquer aparição pública, incluindo para receber personalidades estrangeiras, fossem líderes políticos ou o papa, como muitas fotos comprovam.

Quando, em 2006, o líder da Revolução Cubana abandonou a farda militar e passou a envergar modelos desportivos da Adidas, iniciou-se uma especulação que durou anos sobre a razão dessa decisão, tendo a marca chegado a negar a existência de um alegado acordo financeiro com "El Comandante".

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub