Sub-categorias

Notícia

Líderes mundiais reagem à morte de Fidel Castro

Antigo presidente cubano desapareceu aos 90 anos.
Por Lusa|26.11.16
Líderes mundiais reagem à morte de Fidel Castro
Foto Reuters

O Presidente do México, Enrique Peña Nieto, lamentou hoje o desaparecimento do líder da revolução cubana Fidel Castro, que morreu na sexta-feira aos 90 anos, descrevendo-o como uma "referência emblemática do século XX".

"Fidel Castro foi um amigo do México, promotor de uma relação bilateral baseada no respeito, no diálogo e na solidariedade", escreveu Enrique Peña Nieto numa segunda mensagem publicada na sua conta na rede social Twitter.

Fidel Castro morreu na noite de sexta-feira e o seu corpo vai ser cremado às primeiras horas de, hoje em conformidade com a sua vontade, de acordo com o anúncio feito pelo seu irmão e Presidente cubano, Raúl Castro, na televisão estatal.

Presidente do Equador lamenta morte de "um grande"
O Governo do Equador qualificou o histórico líder cubano Fidel Castro, que morreu na sexta-feira aos 90 anos, como "um grande".

"Foi-se um grande. Morreu Fidel. Viva a Cuba! Viva à América Latina!", escreveu o Presidente do Equador, Rafael Correa, no Twitter.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub