Sub-categorias

Notícia

Papa junta-se a críticas globais à decisão de Trump sobre Jerusalém

Anúncio de que os EUA vão reconhecer cidade como capital de Israel criticado em todo o mundo
Por Lusa|06.12.17

O papa Francisco pediu esta quarta-feira respeito pelo estatuto de Jerusalém e "sabedoria e prudência", numa altura em que o Presidente dos Estados Unidos se prepara para reconhecer a cidade como capital de Israel.

"Não posso calar a minha profunda preocupação perante a situação que se criou nos últimos dias" sobre Jerusalém, declarou o papa, sem citar diretamente o anúncio de Donald Trump.

"Peço que todos se comprometam a respeitar o estatuto da cidade, em conformidade com as resoluções da ONU", sublinhou, durante a audiência semanal, perante milhares de fiéis, no Vaticano.

Portugal teme escalada de violência

O ministro dos Negócios Estrangeiros do governo português disse esta quarta-feira esperar que o reconhecimento pelos EUA de Jerusalém como capital de Israel não "desperte uma escala da violência", salientando que a solução para o conflito passa pela "coexistência" entre Israel e a Palestina. O ministro qualificou como "contraproducente" e "prematura" a decisão de Donald Trump.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!