Sub-categorias

Notícia

Polícia ensina adolescente a ser boa prostituta

Uma das dicas era “mostrar mais pele”.
Por João Monteiro de Matos|19.05.17

Um polícia de Oakland está no centro de um escândalo sexual por supostamente estar a ensinar uma adolescente de 19 anos a ser boa prostituta.

O caso ficou do conhecimento do público no início do mês de maio e já foi levado às instâncias judiciais.

O Tribunal Superior do Condado de Alameda no estado da Califórnia já interrogou o agente em questão, Brian Bunton, de 41 anos, que não assumiu qualquer culpa no caso, contudo, o juiz que ouviu-o, decidiu que haveria provas suficientes de que Bunton cometeu um crime de incentivo à prostituição.

"Ele é realmente um proxeneta", disse o juiz Thomas Rogers após decretar a elemento da autoridade como culpado.

No acórdão a que o Daily Mail teve acesso, é possivel conhecer os detalhes da história. Bunton conheceu Jasmine Abuslin há cerca de um ano quando estava de serviço. Abuslin estava perdida numa das ruas da cidade de Okland e pediu ajuda ao agente da polícia. Trocaram de números de telefone e foi a partir daí que a relação se desenvolveu com troca de mensagens escritas constantes e alguns encontros sexuais.

Nessas mensagens, em que se baseou a acusação do magistrado, Bunton aconselha Jasmine a protituir-se como forma de trabalho e uma das sugestões para que tenha mais clientes é "mostrar mais pele" e prostituir-se na 40th Avenue, uma das avenidas mais concorridas da cidade.
O agente está, neste momento, suspenso, mas Jasmine continua a trabalhar. 

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub