Sub-categorias

Notícia

Polícia mata sete pessoas em favela no Rio de Janeiro após morte de agente

Vários outros civis ficaram feridos, alguns pisados pela multidão em fuga após o início dos disparos da polícia.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro matou pelo menos sete pessoas na madrugada deste sábado no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, na área metropolitana da capital fluminense, durante uma operação surpresa desencadeada pouco depois da uma da madrugada, hora em que a lei proíbe esse tipo de operação.

Todos os mortos na acção, levada a cabo horas depois da morte de um agente numa outra operação em São Gonçalo, participavam num baile funke e não se sabe se eram ou não ligados ao mundo do crime.

Relatos nas redes sociais dão conta de que os agentes chegaram ao baile a disparar para todos os lados, provocando pânico entre os jovens que participavam na festa. Além das vítimas fatais confirmadas até à tarde deste sábado, vários outros civis ficaram feridos, alguns pisados pela multidão em fuga após o início dos disparos da polícia.

O site comunitário "São Gonçalo Informa" já noticiava por volta das 01h30 desta madrugada que homens da Polícia Civil tinham invadido a favela apoiados por três "Caveirões", como são conhecidos os blindados da corporação, e que a essa hora quatro pessoas já tinham sido mortas.

A lei brasileira proíbe acções desse tipo antes do amanhecer, por isso dificilmente operações em favela começam antes das seis da manhã.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub