Sub-categorias

Notícia

Polícia procura droga em casa de filho de Lula da Silva

Polícia recebeu informações de que havia droga e algumas armas em casa de Marcos.

Numa operação realizada na passada terça-feira mas que nesta quinta ainda não estava totalmente esclarecida e gerava muita polémica, a Polícia Civil (Judiciária) invadiu no interior do estado de São Paulo a residência de um dos filhos do antigo presidente brasileiro Lula da Silva, Marcos Lula da Silva, numa ação que visava apreender droga supostamente escondida no imóvel. A ação, autorizada pela justiça, ocorreu depois de a polícia ter supostamente recebido informações seguras de que na casa de Marcos, filho mais velho de Lula, havia uma grande quantidade de droga e, provavelmente, também armas.

De acordo com informações não oficiais, já que a polícia e o governo de São Paulo preferem não dar detalhes sobre a ação, na casa, localizada na cidade de Paulínia, a 117 km de São Paulo, não foram encontradas nem armas nem estupefacientes. Mas os agentes que participaram na operação, só conhecida quarta-feira e que nesta quinta ainda estava cercada de dúvidas, retiraram do imóvel dois computadores portáteis, outro material informático e diversos documentos em papel.

Aumentando ainda mais as dúvidas e especulações em redor do caso, algumas fontes insinuaram a possibilidade de a polícia ter invadido o imóvel errado. O mandado de busca e apreensão facultava aos agentes fazerem revista em dois imóveis ligados a Marcos Lula da Silva, mas a ação acabou por acontecer em apenas um.

Para os advogados de Lula da Silva e para o Partido dos Trabalhadores, a ação policial foi ilegal e mais uma tentativa de atingir a honra do antigo governante através da imputação de suspeitas sobre familiares. Fortemente pressionado por deputados do PT, o secretário da Segurança Pública do estado de São Paulo, Mágino Alves, após uma reunião com os parlamentares tomou sumariamente a decisão de afastar de funções o chefe da ação, comissário Rodrigo Luíz Galazzo, ampliando ainda mais a polémica em redor do caso.

Marcos Lula da Silva, que é filho biológico apenas da falecida mulher de Lula, Marisa Letícia, mas que o ex-presidente adotou como filho quando casou com ela, tentou fazer carreira política em São Bernardo do Campo, onde o pai vive e tem o seu berço eleitoral, mas sem grande sucesso. Tendo sido eleito vereador em 2012, Marcos ficou-se apenas pelo primeiro mandato, pois não conseguiu ser reeleito em 2016, mesmo com o apoio firme e público de Lula.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub