Sub-categorias

Notícia

Porta-aviões que Trump mandou para a Coreia afinal ia caminho da Austrália

Foto da armada americana na Indonésia causa embaraço na Casa Branca.
Por J.C.M.|18.04.17
A tensão entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos teve um episódio relevante nos últimos dias, quando a administração Trump anunciou o envio do porta-aviões nuclear Carl Vinson para o Mar do Japão, no raio de alcance do país de Kim Jong-un.

No entanto, soube-se esta terça-feira que, afinal, o porta-aviões - e os quatro outros navios que o acompanham - estava, no momento desse anúncio, a navegar na direção contrária, ou seja, em direção à Austrália, onde era esperado para um exercício naval, conta o New York Times.

A Casa Branca, disse esta terça-feira que a informação comunicada se baseou em informações do Departamento de Defesa, que agora se apurou serem erróneas. 

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De ComePito19.04.17
    As maiores forças armadas do mundo, como diz o Trump, nas suas mãos são um brinquedo pouco sério. É tudo muito mau, muito tweetado com esta casa branca. É só bizarrias umas atrás das outras.
1 Comentário
  • De ComePito19.04.17
    As maiores forças armadas do mundo, como diz o Trump, nas suas mãos são um brinquedo pouco sério. É tudo muito mau, muito tweetado com esta casa branca. É só bizarrias umas atrás das outras.
    Responder
     
     0
    !

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

Mundo

Urnas abrem para as legislativas timorenses

Urnas abrem para as legislativas timorenses

O voto, de onde sairão os 65 membros do Parlamento Nacional, que terá depois o poder para formar o VII Governo constitucional, é o segundo ato eleitoral, depois das presidenciais de 20 de março passado.

pub