Primeiro lar para homossexuais abre no fim do ano

Rejeição de idosos gay sem lares tradicionais motivou a abertura do novo asilo, em Madrid, Espanha.
25.08.18

O primeiro asilo para idosos homossexuais irá abrir no final do ano em Madrid, Espanha. O local tem como objetivo albergar os séniores espanhóis que não se sentem confortáveis nem são bem recebidos nos lares tradicionais.

A casa de repouso tem abertura prevista para o final do ano e conta acolher cerca de 66 idosos gays. O projeto terá lugar num prédio doado pelo governo e as obras avançam financiadas por verbas públicas, de acordo com a imprensa espanhola.

A instituição sentiu-se motivada a avançar com o projeto inovador depois de ser cada vez maior a rejeição de idosos homossexuais nos tradicionais lares espanhóis, uma vez que as convencionais instituições não estão preparadas para lidar com esta diversidade.

Apesar de não rejeitarem qualquer tipo de orientação sexual, os idosos gays acabam por se sentir desconfortáveis, incomodados e constrangidos nos asilos que frequentam.

Segundo dados citados pela imprensa espanhola, 160 mil idosos homossexuais, em Espanha, acabam por precisar de um lar com o avançar da idade. Muitos seniores gays revelam graves problemas psicológicos dado que "nunca foram compreendidos e são considerados doentes".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!