Sub-categorias

Notícia

Queda de Mossul trará radicais para a Europa

Responsável da UE alerta que tomada de bastião do Daesh vai causar um êxodo perigoso.
Por Francisco J. Gonçalves|19.10.16
  • partilhe
  • 1
  • +
Queda de Mossul trará radicais para a Europa
Colunas militares iraquianas estão a cercar a cidade de Mossul, onde se estima que vivam mais de um milhão de civis Foto Reuters
A operação militar em curso para retomar ao Daesh a cidade iraquiana de Mossul ameaça causar problemas graves de segurança no espaço europeu. O alerta foi feito esta terça-feira pelo comissário de Segurança da UE, Julian King: "Pode levar ao regresso à Europa de combatentes violentos do Daesh."

O diplomata britânico afirmou ao jornal alemão ‘Die Welt’ que "não devemos exagerar o risco", pois, em sua opinião, "é improvável um êxodo maciço de radicais para a Europa". King disse que há cerca de 2500 guerrilheiros de países europeus na zona de guerra, e referiu que "casos semelhantes do passado mostram que apenas alguns voltam para os seus países". Ainda assim, considerou que o risco é sério e deve ser tido em conta, "pois mesmo um pequeno número é uma ameaça".

A tudo isto acresce o risco de perda de milhares de vidas civis, pois vivem ainda na cidade cerca de milhão e meio de pessoas. Jean-Yves Le Drian, ministro da Defesa francês, alertou que a batalha, que envolve mais de 30 mil militares iraquianos, poderá prolongar-se durante semanas ou até vários meses. As agências humanitárias estimam que será preciso abrigar, muito em breve, cerca de 200 mil residentes em fuga.


Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub