Sub-categorias

Notícia

Raptada e violada pelo padrasto durante 19 anos

Homem obriga enteada a casar aos 11 anos
09.10.17
  • partilhe
  • 1
  • +
Raptada e violada pelo padrasto durante 19 anos
Rosalynn Michelle McGinnis e Henri Michele Piette no dia do casamento Foto Direitos Reservados

Um homem, suspeito de rapto, foi preso no México depois de ter sido acusado de violar e manter a enteada em cativeiro durante 19 anos. Henri Michele Piette terá começado a violar Rosalynn Michelle McGinnis depois de casar com ela em Oklahoma, nos EUA, quando esta tinha apenas 11 anos. 

Segundo o The Sun, a vítima fugiu da casa no México onde vivia com o homem que antes tinha sido seu padrasto e dirigiu-se à embaixada dos EUA. Rosalynn Michelle McGinnis conseguiu ajuda e regressou à sua antiga casa com oito dos nove filhos do casal.

Rosalynn resolveu falar pela primeira vez sobre o que se passou durante os 19 anos em que esteve em cativeiro no México. " Eu sabia que se não saísse dali ia ficar maluca ou acabava por morrer e deixava os meus filhos com aquele homem", contou a vítima à People Magazine. 

A norte-americana contou à revista que foi violada, esfaqueada, levou tiros, foi posta inconsciente e levou pancada com um taco de basebol durante o tempo em que esteve presa no México. "Chorei todas as noites", disse Rosalynn. Henri fingiu casar com a vítima numa cerimónia ensaiada e ofereceu-lhe um anel que simbolizava a união.

O raptor vai ser julgado no tribunal de Wagoner County District, em Oklahoma, pelo rapto, violação e por manter em cativeiro a enteada. 


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub