Sub-categorias

Notícia

Reações ao reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel

Líderes mundiais reagem à polémica decisão de Trump.
06.12.17

No seguimento da decisão de Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, de reconhecer Jerusalém como capital de Israel, vários meios de comunicação de Israel e da Palestina reagiram. Figuras da política internacional também deixaram as suas considerações à polémica decisão do presidente dos EUA.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, já agradeceu a decisão de Trump e considerou "a decisão do presidente é um passo firme para a Paz". Netanyahu apelou aos Estados membros das Nações Unidas para seguirem o exemplo norte-americano e transferirem as embaixadas para Jerusalém.

O primeiro-ministro Israelita disse-se "profundamente agradecido" a Trump pelo reconhecimento de Jerusalém como capital e afirma tratar-se de "um dia histórico", numa mensagem deixada em vídeo.

Guterres diz que "não há plano B"
António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas, afirmou que, caso a solução de dois estados que Trump disse apoiar, mediante acordo entre Palestina e Israel, falhar "não há plano B".

PCP condena veementemente decisão de Trump
PCP condenou esta quarta-feira veementemente o reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel anunciado pelo Presidente dos Estados Unidos.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub