Sub-categorias

Notícia

Referendo na Turquia “não foi democrático”

Observadores arrasam consulta “desigual” devido ao uso de meios governamentais na campanha do ‘sim’.
Por Ricardo Ramos|18.04.17
  • partilhe
  • 1
  • +
Referendo na Turquia “não foi democrático”
Apoiantes de Erdogan celebram vitória do ‘sim’ no referendo constitucional Foto Reuters
Os observadores internacionais arrasaram o referendo constitucional que aprovou o reforço dos poderes do presidente da Turquia, afirmando que a consulta "não pode ser considerada como verdadeiramente democrática" devido à desigualdade de oportunidades para ambos os lados exporem os seus argumentos e ao uso de meios governamentais na campanha do ‘sim’.

Em relatório conjunto, os observadores do Conselho da Europa e da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) criticaram a falta de acesso da oposição aos meios de comunicação social e o uso de meios administrativos e humanos do governo na promoção do ‘sim’.

Consideram ainda que a consulta foi realizada num ambiente político em que as liberdades fundamentais estavam "restringidas" pelo estado de emergência e denunciaram a "alteração das regras" que possibilitou que milhões de votos sem o obrigatório carimbo da Comissão Eleitoral fossem aceites.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub