Secretário de Bento XVI diz que abusos sexuais são o 11 de setembro da Igreja

Gaenswein defendeu o papel do papa Bento XVI na luta contra estes casos.
11.09.18
  • partilhe
  • 0
  • +
O arcebispo Georg Gaenswein, secretário do papa emérito Bento XVI, considerou esta terça-feira que o abuso sexual cometido por padres contra crianças durante anos é o "11 de setembro da Igreja Católica.

"Hoje é 11 de setembro, data de um desastre apocalíptico, e da Igreja, no turbilhão de notícias nas últimas semanas", disse o arcebispo, em referência ao abuso sexual.

"No entanto (a nossa catástrofe) não está associada a uma única data, mas a muitos dias, a muitos anos e a incontáveis vítimas", acrescentou o "homem forte" do Vaticano durante o pontificado do papa Ratzinger.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!