Sub-categorias

Notícia

Treinador de futebol morre para salvar jovens no tiroteio da Flórida

Aaron Feis "deu o corpo às balas" para impedir que Nikolas Cruz disparasse sobre estudante.
15.02.18
Um treinador de futebol norte-americano está a ser aclamado como um herói por ter salvo um estudante de ser atingido por uma bala durante o tiroteio numa escola secundária da Flórida, nos EUA, que provocou a morte de 17 pessoas.

Aaron Feis deu o corpo às balas e acabou por perder a própria vida quando tentava impedir Nikolas Cruz, o autor do massacre, de matar dezenas de jovens e crianças no estabelecimento de ensino. Foi levado para o hospital em estado grave, acabando por morrer dos ferimentos sofridos.

O homem era o assistente de treino da equipa de futebol da Escola Secundária Stoneman Douglas, em Parklannd. Douglas também trabalhava como segurança. Tinha sido aluno daquele liceu durante a sua juventude.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!