Sub-categorias

Notícia

Trump na mira de investigação especial

Procurador-geral adjunto nomeou comissão para investigar a ligação entre a Rússia e a equipa presidencial.
Por Francisco J. Gonçalves|19.05.17
  • partilhe
  • 1
  • +
O presidente dos EUA, Donald Trump, reagiu ontem com acrimónia à nomeação de uma comissão especial para investigar a alegada interferência da Rússia nas presidenciais de 2016 que o levaram à presidência, e também as relações perigosas que a sua administração ainda mantém com o governo de Vladimir Putin. Para chefiar a investigação foi chamado Robert Mueller, antigo diretor do FBI.

"Esta é a maior caça às bruxas contra um político em toda a História dos EUA", afirmou Trump no Twitter, reagindo à nomeação de Mueller e da comissão espacial. Trump escreveu ainda que, "apesar de todas as ilegalidades que aconteceram na campanha de Hillary Clinton e na administração Obama nunca foi nomeada uma comissão especial".

O ‘The New York Times’ lembrou que, na verdade, Hillary e Obama foram alvo de investigações do Congresso, nomeadamente aquando dos ataques de 2012 em Benghazi, na Líbia, que vitimaram o embaixador dos EUA. Hillary foi ainda investigada por causa do uso de um email privado para assuntos de Estado.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub