Vicente nomeado ministro

O presidente angolano, José Eduardo dos Santos, exonerou ontem Manuel Vicente do cargo de presidente do conselho de administração da Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) e nomeou-o ministro de Estado e da Coordenação Económica. Ganha força, assim, a tese de que Vicente deverá suceder a Eduardo dos Santos na presidência angolana.

31.01.12
  • partilhe
  • 0
  • +
Vicente nomeado ministro
Vicente será o braço-direito de Eduardo dos Santos no governo Foto Miguel Baltazar/ Jornal de Negocios

A nomeação de Manuel Vicente, de 55 anos, insere-se numa remodelação governamental, no âmbito da qual foi criado o cargo de ministro de Estado e da Coordenação Económica, atribuído por Eduardo dos Santos ao ex-homem-forte da Sonangol. Vicente terá como função coadjuvar o presidente angolano nos trabalhos de direcção das comissões Económica e para o Sector Produtivo.

A presidência angolana não explicou os motivos que estão na origem da remodelação, mas a entrada de Manuel Vicente no governo é vista pela maioria dos observadores como uma espécie de estágio para a presidência, visando obter mais experiência governativa.

Além desta nomeação, o decreto presidencial anuncia ainda que Joaquim Ventura será o novo secretário de Estado da Energia e que Job Pedro Capapinha será o vice-ministro da Juventude e dos Desportos.

Com a saída de Manuel Vicente, a petrolífera estatal angolana passará a ser liderada por Francisco de Lemos José Maria, um dos actuais seis administradores executivos da empresa, que, recorde-se, é a principal accionista do BCP – Manuel Vicente foi o homem que na Sonangol liderou a corrida ao banco – e também accionista de referência da Galp.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!