Zuma recusa ordem do ANC para se demitir

Cúpula do partido no poder decidiu afastamento do presidente, envolvido em sucessivos casos de corrupção.
Por Francisco J. Gonçalves|14.02.18
O presidente sul-africano, Jacob Zuma, recusou esta terça-feira ordens do seu partido, o Congresso Nacional Africano (ANC), para deixar o poder. O ANC decidiu pedir a saída de Zuma após uma maratona de reuniões do Comité Executivo Nacional (NEC), que se prolongou até à meia-noite de segunda-feira.

"Quando pedimos a retirada de um dos nossos nomeados esperamos que ele faça o que lhe dizemos", afirmou Ace Magashule, secretário-geral do ANC, adiantando que, apesar da recusa inicial de Zuma, este não tem um prazo para aceder: "Esperamos que o presidente responda amanhã".

Apesar da pressão para demitir Zuma, o ANC assegura que isso não se deve ao facto "de ter feito algo de errado". Esta afirmação é algo estranha, pois o partido admite que Zuma está a prejudicar as perspetivas de vitória do ANC nas eleições de 2019.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!