Por António José Fialho|14.03.15
  • partilhe
  • 0
  • 0

Estarão recordados das palavras da representante das Nações Unidas na área da Justiça aquando da sua visita a Portugal.

Após ter contactado com diversas entidades, afirmou expressamente que "o Poder Judiciário não pode andar de chapeuzinho estendido" para dispor das condições essenciais ao exercício da sua actividade de investigar e julgar 

as questões que lhe são colocadas.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)