Sub-categorias

Destaques principais

pub

27.11.16

Elogio da contemplação e da caligrafia

"Escrever à mão é um arte conservada por velhos ou por adultos com temperamento de velho. É, portanto, uma velharia. Escrever à mão exige tempo – e devora-o sem sentimento de culpa."
20.11.16

A vantagem de não compreender

Até ao aparecimento da televisão, da rádio por vinte e quatro horas, da luz eléctrica, da cafeína distribuída a rodos por várias bebias excepto no café – que agora se toma descafeinado, e do chá que se toma sem teína – e dos medicamentos para dormir, os dias de antanho terminavam com aquela placidez que se atribui ao tempo dominado pelo silêncio – o meu e o dos meus avós, e por aí fora, até sermos devolvidos à criação do mundo
13.11.16

Desafiar o tempo, fugir do tempo

O velho Doutor Homem, meu pai, que tinha uma boa relação com o seu alfaiate e vestia primorosamente, achava que um cavalheiro não devia comprar fatos todos os anos.
30.10.16

Donald Trump em Moledo

"A ideia de que o estropício se assemelha a um candidato conservador é tão absurda como pensar que Dona Elaine vai dedicar-se à ‘cozinha gourmet’".
23.10.16

Amámos sempre a Natureza, como devíamos

Não sendo a salvação da minha alma uma preocupação fundamental, a casa de Moledo serviu, ao longo dos anos, como um retiro para os anos da reforma e da velhice, escondido da estrada e recolhido à nobreza antiga dos seus outonos plácidos e teatrais.
09.10.16

O ‘Verão Indiano’ e a queda de São Martinho

A ideia de ‘Verão Indiano’, ‘Indian Summer’, ‘L’Été Indien’, deixava o meu pai comovido, se bem que – como bons portugueses que prezam a sua língua – quase todos nós nos referíssemos a essa segunda estação do Outono como ‘o Verão de São Martinho’
02.10.16

O dever de contemplação

“Para se ser conservador é necessário ou ter medo da perda ou ter perdido o medo de parecer de outro mundo, de ser desadaptado, de estar fora de moda”.

pub

Todos os colunistas CM