Sub-categorias

Notícia

Cristiano Ronaldo é um extraordinário jogador de futebol. Um dos melhores de sempre nesta arte, mas a homenagem prestada ontem na Madeira, com direito a presença do chefe de Estado e do primeiro-ministro, no novo batismo do aeroporto do Funchal, foi manifestamente exagerada.

O Estado que ignora milhares de heróis nacionais, curva-se perante um cidadão que nem sequer paga cá o grosso dos seus impostos.

Mas, de facto, interessa ao poder o barulho à volta de Ronaldo. Enquanto se fala disso esquece-se os efeitos do Brexit, a dívida pública galopante, ou o péssimo negócio que é a venda do Novo Banco.

Pão e circo, ensinava a elite romana. Por cá, circo não falta.
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)