Sub-categorias

Notícia

De negócios pagos com o pelo do cão está a alta finança cheia. Há menos de três anos, durante o governo de Passos Coelho, a Caixa Geral de Depósitos vendeu a seguradora Fidelidade aos chineses da Fosun.

Como a Fidelidade gere uma montanha de dinheiro, já subscreveu obrigações e envolveu-se em outros negócios do acionista, que na prática amortizaram o investimento. Mas a entrada da Lone Star no Novo Banco é outro patamar.

Num banco que tinha um valor contabilístico superior a 5 mil milhões em 2014, dos quais 4,9 mil milhões de dinheiro fresco, o fundo investe mil milhões no próprio banco em duas fases e fica com 75%. Nem sequer  é o pelo todo, basta uma suave tosquia.
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)