Casamento alegre

Boss AC

Casamento alegre

Enquanto sociedade, temos um longo caminho a percorrer no que diz respeito à tolerância
  • 0
  • 39
Por Boss AC|19.07.15
  • partilhe
  • 38
  • 0

Domingo passado ao final da tarde, estava ali no Cais do Sodré sentado numa esplanada quando passam dois homens de mão dada.

Um casal de meia-idade sentado ao meu lado, visivelmente incomodado, comenta entre si: "Isto é uma vergonha! Cada vez há mais disto! Agora eles até já se podem casar." Concordei em parte. Realmente é uma vergonha achar que temos o direito de decidir o que cada um faz com a sua vida. O que nos dá o direito de querer decidir o que cada um escolhe para si?

Em que é que o facto de duas pessoas do mesmo sexo se escolherem como parceiras interfere na nossa vida? Um amigo disse-me uma frase que se aplica que nem uma luva: "Irritam--me pessoas que não se movem em busca da sua felicidade, mas que se movem para impedir a felicidade dos outros."

Enquanto sociedade, ainda temos um longo caminho a percorrer no que diz respeito à tolerância. O casamento entre pessoas do mesmo sexo, que já é legal no nosso país, continua a ser um assunto delicado e controverso. Parece-me que discriminar o casamento de duas pessoas do mesmo sexo é exactamente o mesmo que discriminar o casamento inter-racial ou o casamento de duas pessoas de religiões diferentes.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)