Foram desonestos

Carlos Garcia

Foram desonestos

Apunhalavam-nos pelas costas ao mesmo tempo que nos louvavam.
  • 1
  • 0
Por Carlos Garcia|13.03.16
  • partilhe
  • 0
  • 1
Escandalosa a forma como o anterior governo ludibriou o Conselho da Europa (CE), fazendo com que este órgão desse por resolvida a questão relacionada com o pagamento do trabalho fora do horário normal dos investigadores criminais – veja-se, por exemplo, a componente de trabalho suplementar do piquete: um aumento ilíquido de 2,15 € para 4,28 €/hora em dias úteis e de 1,80 para 3,61€/ hora, em fins de semana e feriados! Valores irrisórios aumentados para valores que continuam irrisórios!

Mais do que a questão dos dinheiros, importa perceber o procedimento desrespeitoso e desonesto, para os investigadores e para o próprio CE. Não temos tido a sorte de atrair a atenção dos media para o assunto.

Publicitar uma conduta destas, ardilosa por ação e insidiosa por omissão, constituiria uma demonstração da falta de ética vigente nas relações institucionais e dos motivos porque cada vez mais o cidadão desconfia do poder político e se afasta dele.
Apunhalavam-nos pelas costas ao mesmo tempo que cinicamente nos louvavam o desempenho. Os responsáveis por esse ardil continuam aí, na vida pública, sorrindo sobranceiros do alto do pedestalzito com que se bastam e que a si próprios ergueram…
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)