Grex(in)

Carlos Moedas

Grex(in)

A palavra Grexit surgiu pela primeira vez em 2012 num relatório de um banco de investimento.
  • 0
  • 0
Por Carlos Moedas|29.06.18
  • partilhe
  • 0
  • 0
A palavra Grexit surgiu pela primeira vez em 2012 num relatório de um banco de investimento em que Willem Buiter e Ebrahim Rahbari afirmavam o seguinte: "estamos a aumentar a probabilidade de uma saída da Grécia da zona Euro (Grexit) para 50% nos próximos 18 meses". E assim nasceu o Grexit, uma palavra que se tornou sinónimo do fim da Zona Euro e que nos perseguiu durante anos.

Na semana passada houve um momento muito particular na nossa reunião do Colégio de Comissários, que foi o parecer positivo da Comissão Europeia sobre a saída da Grécia do programa do ajustamento da Troika.

Para mim foi um momento de uma certa emoção por duas razões. Primeiro, não escondo que por momentos pensei como teria sido esse momento no Colégio de Comissários em Maio de 2014, quando Portugal saiu do programa de ajustamento. O que terá sido dito sobre o nosso país? Será que os que falaram nesse dia tinham consciência de tudo o que se passou em Portugal?

Pensei nos 1000 dias que estivemos sob o controlo da Troika e das 450 medidas que tivemos que aplicar. Pensei no que tivemos que fazer por que tinha que ser feito, e no que fizemos por imposição externa. Pensei em todos os que trabalharam para que aquele dia de "saída limpa" fosse possível. Mas sobretudo pensei em Pedro Passos Coelho que nunca vacilou nem mudou o rumo. Se não fosse ele, aqueles 1000 dias teriam sido muitos mais. Na Grécia foram 3000 dias e 3 vezes mais medidas.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)