Um fórum para a paz

Carlos Moedas

Um fórum para a paz

O maior inimigo da democracia é hoje a ideia populista que a culpa de todos os males não é nossa.
  • 0
  • 0
Por Carlos Moedas|17.08.18
  • partilhe
  • 0
  • 0
Exatamente 100 anos depois do fim da primeira guerra mundial, no dia 11 de Novembro de 2018, o Presidente Francês decidiu organizar o "Fórum de Paris para a Paz" inspirado no modelo da COP21 que levou ao acordo de combate às mudanças climáticas.

Este encontro que ainda parece estar pouco divulgado é de extrema importância para o momento que vivemos por duas razões:
Primeiro, vivemos a maior crise do sistema multilateral e supranacional que nos garantiu a paz nos últimos 70 anos.

O maior inimigo da democracia é hoje a ideia populista que a culpa de todos os males que nos acontecem não é nossa, mas de um sistema de decisões multilaterais e de organizações supranacionais longe dos cidadãos.

Esquecem-se os populistas que é graças a esse sistema multilateral que temos vivido em paz. Este discurso vem da extrema direita e da extrema esquerda que criaram a ilusão de que se vivêssemos fora de acordos multilaterais ou fora da União Europeia voltaríamos a um passado de fronteiras nacionais em que tudo era perfeito.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)