Sub-categorias

Notícia

Sejam infiéis aos vinhos do costume

Edgardo Pacheco

Sejam infiéis aos vinhos do costume

Não há nada mais chato do que levar um vinho sem história para a casa de um amigo.
  • 0
  • 80
Por Edgardo Pacheco|11.12.15
  • partilhe
  • 80
  • 0
Um dos inimigos do vinho é a fidelidade esquisita que muitos consumidores devotam prolongadamente a determinadas marcas. Todos os dias nascem novos brancos, tintos, rosés, espumantes ou colheitas tardias (por vezes em excesso, verdade se diga), pelo que se compreende mal a falta de interesse dos portugueses pela experimentação de novos aromas ou sabores e, acima de tudo, de novas regiões.

É que, se fôssemos californianos, argentinos ou australianos, ainda se percebia porque o perfil dos vinhos destas bandas é tão padronizado quanto um refrigerante (salvo seja), mas, num país que produz vinhos Verdes, Porto, Madeira, espumantes de toda a forma e feito, brancos minerais da Bairrada ou do Dão, tintos encorpados do Douro ou frutados do Alentejo, já para não falar dos brancos salinos do Pico, nesse país, por que razão nos agarramos aos mesmos de sempre? É um mistério a merecer estudo.

Ora, se há época propícia à experimentação, é esta do Natal e Fim de Ano, com festas em família e jantaradas felizes entre amigos. Se, nesses encontros, cada apreciador decidisse experimentar uma marca desconhecida, isso seria bom para seu juízo crítico (ficaria vinicamente mais culto) e excelente para novos produtores que se esforçam como só Deus sabe para apanhar uma ínfima fatia de mercado.

Nesse sentido, as pequenas garrafeiras de bairro fazem diferença porque é aqui que encontramos vinhos resultantes de pequenas produções do Dão, da Península de Setúbal ou de Trás-os-Montes. E se o dono da garrafeira for competente, seguramente contará histórias sobre esses vinhos que, depois, replicaremos à mesa. Não há nada mais chato do que levar um vinho sem história para a casa de um amigo.
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)