Sub-categorias

Notícia

Televisão é um novo media

Eduardo Cintra Torres

Televisão é um novo media

O jornalismo é uma necessidade essencial das sociedades democráticas.
  • 0
  • 0
Por Eduardo Cintra Torres|08.11.15
  • partilhe
  • 0
  • 0
A transformação da Internet no mais democrático meio de comunicação da História motiva debates sobre qual o futuro de meios como a TV. Esta, a imprensa e a rádio ganharam o nome de ‘velhos media’, e plataformas digitais como Youtube, Twitter ou Facebook o de ‘novos media’. A Universidade da Beira Interior organiza este mês uma conferência chamada precisamente ‘Televisão e Novos Meios’.

A lei da vida implica que os velhos morrerão para deixar lugar aos novos. Mas…

Todos os media, ‘velhos’ e ‘novos’, usam a técnica digital e a Internet. Este artigo pode ler-se no velho e maravilhoso media que é o papel ou no site do CM. Ou, através de um link, no Facebook ou no Twitter. Jornais, rádios e canais de TV estão na Internet, ou melhor, são Internet como qualquer outra coisa que lá esteja.

Os ‘velhos’ adaptaram-se ao novo ambiente. A TV, esse grande camaleão, não só se ‘infiltrou’ na net como criou novos géneros, conteúdos e formas de ser e estar em todo o lado. A sua linguagem e os conteúdos são copiados por todos os outros media e por milhões de instituições não-televisivas, por grupos de pessoas e por indivíduos. A linguagem televisiva tornou-se, nos seus códigos de comunicação, uma linguagem tão universal como o inglês. Toda a gente a entende. Toda a gente a usa. Toda a gente a partilha. Portanto, a televisão é um novo media. É, ao mesmo tempo, um velho media, um media de meia-idade e um novíssimo media.

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)