Sub-categorias

Notícia

Trapo encharcado

Fernanda Cachão

Trapo encharcado

Depois de deixar de fazer sentido falar em geringonça eis que a realidade se encarrega de pregar com um trapo encharcado na frontaria do governo.
  • 0
  • 1
Por Fernanda Cachão|11.07.17
  • partilhe
  • 1
  • 0
Depois de deixar de fazer sentido falar em geringonça - ou de como ela estaria ou não bem oleada porque tão-só a máquina funcionava - eis que a realidade se encarrega de pregar com um trapo encharcado na frontaria do governo.

O incêndio bíblico de Pedrógão Grande, que expôs aquilo que já sabíamos - como somos fraquinhos no planeamento e a zelar por aquilo que é nosso, como somos relapsos com os dinheiros públicos; o caso sério do assalto ao armamento em Tancos, com as demissões em catadupa no Exército e os espanhóis a gozarem connosco; e agora o ‘GalpGate’ a voltar como o fantasma do Natal passado e os visados a serem constituídos arguidos; tudo morde a reputação de um governo que nada nem ninguém parecia conseguir abocanhar.

Provavelmente, tudo será passado a ferro com uma remodelação jeitosa feita com a campanha para as autárquicas no horizonte e depois o país embasbacar-se-á com as respetivas capelinhas.

Para já nas ruas está o paradigma da oportunidade perdida do principal partido da oposição: o cartaz da candidata social-democrata a Lisboa. A fotografia, o nome da senhora e mais nada.
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)