(Mais) um passo na direção certa

Fernando Medina

(Mais) um passo na direção certa

É uma ilusão pensar que os problemas de fundo da zona euro estão resolvidos, como se vê pelo crescimento dos populismos na Europa.
  • 0
  • 259
Por Fernando Medina|24.05.17
A saída de Portugal do Procedimento por Défice Excessivo, situação em que nos encontrávamos há oito anos, é mais uma boa notícia para o país. Em primeiro lugar, porque é o reconhecimento europeu daquilo que já sabíamos pelos dados oficiais do INE: a trajetória de consolidação orçamental é sólida, assenta numa redução estrutural, e não pontual, do défice. Tal como é sólida a redução do desemprego e o crescimento da economia.

Em segundo lugar é uma boa notícia pelo que representa em termos de mudança no ambiente económico em que Portugal opera. Vai permitir um ganho de credibilidade do país junto dos investidores internacionais, ao mesmo tempo que traz consigo, com condicionantes próprias, uma maior flexibilidade ao nível do investimento público ou de despesas relacionadas com reformas estruturais.

Investimento público e reformas realmente estruturais têm sido, de resto, dimensões que têm faltado à nossa economia nos anos mais recentes. É por isso importante que na comunicação que fez ao país, o primeiro-ministro tenha colocado o dedo nas feridas económicas e sociais do ajustamento em vez de optar por um discurso de autossatisfação.

António Costa falou-nos da necessidade de dar corpo a apostas estratégicas na modernização do Estado e na qualificação das pessoas e das empresas, e não esqueceu os jovens que emigraram e aqueles (e são muitos) que continuam à procura de oportunidades de emprego. Não basta crescer de qualquer maneira. É bom que esse crescimento seja partilhado por todos.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)