Saúde próxima das pessoas

Fernando Medina

Saúde próxima das pessoas

São 14 novos centros de saúde que vão servir mais de 300 mil lisboetas, num investimento superior a 30 milhões de euros assegurado pela CML.
  • 0
  • 313
Por Fernando Medina|15.03.17
A construção de 14 novos centros de saúde é o programa mais ambicioso em décadas para o reforço dos cuidados primários de saúde em Lisboa. Um sistema de saúde mais próximo, e com mais qualidade, é um elemento decisivo para melhorar a qualidade de vida de quem vive e trabalha na capital.

Sem acesso aos fundos europeus para financiar as obras de recuperação, Lisboa ainda tem centros de saúde a funcionar em edifícios de habitação. Sem condições, sem acessibilidade e sem o espaço necessário para os cuidados de saúde que os lisboetas necessitam. É por isso que o programa ‘Lisboa, SNS mais próximo’, ontem assinado entre a Câmara Municipal (CML) e o Ministério da Saúde, é tão importante para a cidade. São 14 novos centros de saúde que vão servir mais de 300 mil lisboetas, num investimento superior a 30 milhões de euros assegurado pela CML. Os centros de saúde vão ganhar novos serviços, mais meios complementares de diagnóstico, e nova capacidade para um atendimento de qualidade.

Um em cada quatro lisboetas tem mais de 65 anos. Metade dos habitantes com mais de 50 - mais de 100 mil pessoas - padece de uma incapacidade mais ou menos severa. A facilidade e comodidade no acesso aos equipamentos públicos têm de ser elementos centrais na definição das políticas urbanas. Uma saúde mais próxima é meio caminho andado para uma cidade mais humana.

PS: No seu último artigo, Assunção Cristas acusou a CML de aumentar a dívida para fazer obras de fachadas. Não respondo ao tom do texto, mas os abundantes erros factuais exigem correção:

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)