Sub-categorias

Notícia

Um novo ciclo político

Fernando Medina

Um novo ciclo político

As origens fundamentais da queda do Governo estão nos 4 anos de governação marcados por um radicalismo ideológico inédito.
  • 0
  • 0
Por Fernando Medina|11.11.15
  • partilhe
  • 0
  • 0
Ontem teve início um novo ciclo, marcado pela maior novidade política das últimas décadas, que é a vontade expressa dos partidos à esquerda de apoiarem uma mesma solução governativa. Perceber a origem deste processo é essencial, até porque ele estava longe de ser imaginado pelo mais atento observador da vida política.
A causa direta da queda do Governo é o facto de ter perdido o apoio da maioria dos deputados. Mas as origens fundamentais estão mais atrás. Estão nos 4 anos de governação marcados por um radicalismo ideológico inédito que afastou o PSD, mais que o CDS, do centro político.

Esta dinâmica atingiu elementos centrais do equilíbrio social e político que o País conheceu durante décadas. Falo da tentativa de destruição da contratação coletiva, da participação sindical e da alteração das relações de poder no mundo do trabalho, do confronto com a Constituição, da alteração do papel do Estado e da retração do Estado social.

É aliás emblemático que a propósito das funções sociais do Estado, e nesta conjuntura de restrição financeira, a coligação tenha elegido como prioridades propostas que exigem avultados recursos. É o caso do plafonamento da Segurança Social (que reduz severamente as receitas) e do alargamento dos direitos de escolha na saúde e educação (que ou aumentam a despesa ou degradam o serviço público existente).

Ontem, o Governo minoritário da PàF não entrou em funções porque o parlamento entende ter uma solução maioritária de Governo, mais estável e durável, compatível com a maioria que quer respeito pelos compromissos internacionais e que deseja mudanças nas políticas económicas e sociais.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)