Sub-categorias

Notícia

Face Oculta

Francisco Moita Flores

Face Oculta

É certo que o calcanhar de Aquiles deste processo já foi agarrado pelos advogados de defesa
  • 1
  • 0
Por Francisco Moita Flores|07.09.14
  • partilhe
  • 0
  • 1

Chegou esta semana ao fim mais uma etapa do processo Face Oculta com a conclusão dos trabalhos no Tribunal de Aveiro. Sendo um dos processos mais mediáticos dos últimos anos, a leitura do acórdão pelos juízes daquele tribunal deixou o País em suspenso. E vieram algumas decisões surpreendentes.

Julgo que a mais interessante de todas é o facto de, pela primeira vez num megaprocesso, não haver alguém absolvido. Os trinta e seis arguidos foram todos condenados com mais ou menos gravidade. Isto é um sinal importante que está escondido na decisão. Significa que todos aqueles que foram levados a julgamento tinham pela frente um Procurador seguro, que dominava o processo, que conhecia bem os graus de responsabilidade que deveria atribuir a cada um. E revela um extraordinário trabalho da Polícia Judiciária. Não existe boa acusação sem boa investigação. Sublinho este facto porque raramente se fala dos absolvidos. Quando um tribunal leva dois, três anos a julgar um caso e uma parte dos acusados é absolvida, quer dizer que essa gente viu a sua honra completamente enxovalhada durante muito tempo para depois serem objeto de um silêncio que magoa e não redime. Não foi aqui o caso. O Ministério Público deve ser aplaudido por ter conseguido que todos fossem condenados.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De Martins00707.09.14
    Moita Flores tem absoluta razão. A defesa vai agarrar-se a uma situação que "livrou" possivelmente Sócrates e agora vai indirectamente também...beneficiar os seus amigos e apaniguados...<br/>Até ao transito em julgado da sentença, muita água vai correr por debaixo das pontes e no fim, se houver um condenado, será sempre o elo mais fraco..."o sucateiro" Godinho...!<br/><br/>Ou outros acabarão a rir-se da justiça e a pensar...: bollas, foi mesmo à conta..."...<br/><br/>Obrigado Procurador Rodrigues...dirão eles...!
1 Comentário
  • De Martins00707.09.14
    Moita Flores tem absoluta razão. A defesa vai agarrar-se a uma situação que "livrou" possivelmente Sócrates e agora vai indirectamente também...beneficiar os seus amigos e apaniguados...
    Até ao transito em julgado da sentença, muita água vai correr por debaixo das pontes e no fim, se houver um condenado, será sempre o elo mais fraco..."o sucateiro" Godinho...!

    Ou outros acabarão a rir-se da justiça e a pensar...: bollas, foi mesmo à conta..."...

    Obrigado Procurador Rodrigues...dirão eles...!
    Responder
     
     1
    !

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)