Partiu o atleta mais completo

João Aranha

Partiu o atleta mais completo

Tive a honra de partilhar com ele pistas e outros espaços.
  • 0
  • 0
Por João Aranha|02.08.16
  • partilhe
  • 0
  • 0

Se me é permitido saio hoje da minha área habitual para lembrar, ao abrigo da experiência pessoal (um dos valores da velhice) que o Mário Moniz Pereira, para além de tudo o que sobre ele foi dito, escrito e mostrado na hora em que fisicamente nos deixou, foi excelente praticante desportivo, em várias modalidades, num tempo em que essa postura (hoje pouco comum) era usual a nível de campeonatos universitários e não só porque os clubes a usavam na mesma medida. Fiquei sempre atrás dele no triplo salto, nas corridas, nos lançamentos e noutras práticas com bola, mas nunca deixei de admirar as qualidades que dele fizeram um exemplo que ficará para a História.

Tive a honra de partilhar com ele (e outros da nossa geração, que também já partiram) pistas e outros espaços desportivos, agradecendo a Deus a felicidade de o recordar no tempo dessa saudável competição. Relembro que já lá vão mais de sete décadas de quando a sua qualidade de exemplar e multifacetado desportista começou a forjar-se, quer vestindo a camisola do INEF, quer a do Sporting, como sinto grande magoa por não ter tido forças para estar presente no ultimo adeus a um "antigo" companheiro nas pistas e em atividades diretivas do clube da nossa paixão. Mas com a grata certeza de que todas as "glórias" que formou com génio, talento e no cumprimento de um sonho tornado realidade não faltaram a essa despedida na companhia dos amigos e de bastantes fadistas. Descansa em paz!

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)