O problema da marimba

João Vaz

O problema da marimba

As opiniões são livres e as preferências musicais também. O problema suscitado pelo deputado Pedro Nuno Santos não é marimbar (tocar marimba), como não seria bater no bombo ou soprar pífaro. A questão é que na vida e na política se exi-ge atitude e responsabilidade.
  • 0
  • 0
Por João Vaz|18.12.11
  • partilhe
  • 0
  • 0
O problema da marimba

Portugal não precisa de políticos que falam demagogicamente duro junto dos fracos em Castelo de Paiva e se entaramelam em Lisboa perante os fortes. E os problemas de Portugal não são a chanceler Merkel que os alemães apearão do poder quando entenderem e os outros credores. As dificuldades têm a ver com os políticos que passam o tempo a marimbar perante a dependência económica do País. Que não vêem co-mo levantou ferro a Qimonda, maior exportadora do País em 2007. E como a Autoeuropa pode vir a fazer o mesmo no futuro. Levando os investimentos e deixando milhares de desempregados à espera que chegue o Verão e o turismo para servirem umas cervejolas a uns visitantes avermelhados pelo sol.

Os portugueses querem mudar de vida. É lastimável que os títeres designados pelos líderes dos partidos para representantes políticos dos portugueses se estejam a marimbar.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)