10 euros

José Manuel Silva

10 euros

Em 2017 será o sexto ano consecutivo de subfinanciamento do SNS.
  • 0
  • 168
Por José Manuel Silva|06.10.16
As pensões mais baixas poderão aumentar 10 euros por mês. Concordo. Como se vive com menos de 600 euros?

Porém, quando o dinheiro do país não chega para todas as necessidades, alguém pergunta às pessoas se preferem mais dez euros ou se preferem ter acesso a cuidados de saúde de qualidade e a tempo?

Em 2017 vamos entrar no sexto ano consecutivo de dramático subfinanciamento do SNS, que assim vai continuar em degradação progressiva, por falta de investimento, de manutenção das instalações, de atualização dos equipamentos e de contratação de profissionais de saúde. As queixas dos utentes certamente continuarão a aumentar.

Mesmo sendo incumprível, o Despacho 143/2016 do Secretário de Estado da Saúde, no fundo a mandar ‘parar’ o SNS até ao final do ano, proibindo até os investimentos de reposição sem autorização prévia da tutela, demonstra o desespero financeiro do SNS e do país.

Se há dinheiro e riqueza (se há...), que seja justamente distribuída para reduzir as desigualdades sociais, elas próprias determinantes de doença, mas não matem o SNS, que, para sobreviver, precisa com urgência de mais 10 euros/mês, por cada português! A Saúde é o bem mais importante das pessoas!
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)